23 de julho de 2009

Amigos distantes











Quase diariamente me debato com a seguinte questão: "a distância separa os amigos?".
Certamente existirão os que defendem que sim e os outros que defendem o contrário. Por um lado, acho que se for uma verdadeira amizade, com o avanço da tecnologia, hoje em dia não é necessária a presença física para se manter uma amizade. Senão vejamos: uma mensagem SMS, um mail, uma conversa telefónica... uma carta, tantas outras coisas que nos fazem ficar próximos daqueles que gostamos.
Por outro lado, penso que a presença física, o encontro de vez em quando é importantíssimo para manter uma amizade. O tempo vai passando e, se não temos uma aproximação física as coisas vão-se tornando diferentes. Na minha profissão, como professor, vou correndo o país de ponta a ponta. Vou fazendo amizades, vou conhecendo pessoas que se transformam em amigos... pelo menos por um ano. E depois? Alguns ficam outros vão... Uns acabam mesmo por ficar sem rosto!
É injusto mas temos que saber viver com isto!
Que raio! Afinal a distância separa ou não os amigos?

ASS: Diferente

14 Comentários:

Blogger bela disse...

A minha melhor amiga vive em Espanha. Nós crescemos juntas, sabemos tudo uma da outra...É muito duro estar tão longe dela, mas falamos todos os dias pela net. E quando nos vemos...Tudo é igual. A nossa relação continua forte. Ela está prestes a regressar de férias e eu sei ue vai ser tudo igual. A distância só é um problema se deixarmos...

23 de julho de 2009 às 15:56  
Blogger Ademerson Novais disse...

Coloco a seguinte pergunta " A distancia separa o amor?", o que acontece quando depois de varios dias, depois varios meses, ficamos longe de uma pessoa que gostamos, que amamos e depois a tornamos a ve-la...primeiro sentimos aquela sensação de alegria...de pernas bambas...coração acelerado...varios momentos felizes ao lado daquela pessoa passa como flashes em nossas cabeça...e assim num abraço, num encontro de corpos tudo nos une novamente...seja esta cena de dois amigos se reecontrando ou de dois amores...a questão é que naquele momento acontece algo poderoso...o sentimento dobra...se multiplica..algo de extraordinario então ai surge para envidenciar que uma distancia fisica foi quebrada....que aqui é do tempo...algo mais maravilhoso existia dentro de cada um..uma linha..um liame que unia a cada vez que um pensava no outro...pois acabaram de firmar mais uma vez um laço sentimental incrivel..forte...


Ademerson Novais de Andrade

23 de julho de 2009 às 21:18  
Blogger Abraço-te disse...

Não é a distancia que nos separa!!!
É a vida, e as nossas escolhas, os nossos rumos, os nossos caminhos...

Abraço-te

23 de julho de 2009 às 21:36  
Blogger Francisco Vieira disse...

O meu melhor amigo vive a varias horas de distancia de mim. Alguns anos vemo-nos uma vez, outros nem isso. Certo e que quando estamos juntos, continuamos a saber o que o outro vai dizer, antes de ele abrir a boca. Não creio que a distancia separe uma amizade, se ela for verdadeira.

Aquele abraço

23 de julho de 2009 às 21:37  
Blogger Graça Pereira disse...

Os meus melhores amigos, vejo-os de quando em vez, mas eu sei que eles estão lá nas horas mais difíceis. Poe vezes, há um longo telefonema ou até mesmo uma carta, onde desabafamos tudo.Curiosamente parece-me que nos "advinhamos" mutuamente e até nos rimos quando uma carta chega ao mesmo tempo que um telefonema.Quando vêm aqui passar alguns dias comigo, estamos uma noite inteira a conversar e como sabe bem esta "conversa de coração". Não é necessária a presença física para manter a amizade. Quando é verdadeira, nasce no coração e só termina quando este deixar de bater! Achei interessante o tema que escolheu...diferente! Um bj Graça

23 de julho de 2009 às 22:02  
Blogger Quase nos 50 disse...

A verdadeira amizade não conhece distâncias nem precisa de se mostrar.
Podem passar anos e quando se reencontra aquela pessoa está lá tudo, o tempo quase que nem passou.
Agora os conhecidos quando deixam de se encontrar realmente quase que passam a desconhecidos....
Nisso consiste a grande diferença entre a amizade e o interesse circunstancial.
Um abraço e excelente escolha

23 de julho de 2009 às 22:12  
Anonymous carlos.mgoncalves49@gmail.com disse...

Os amigos antigos desapareceram na voragem do tempo; os que agora se fazem passar por amigos, são apenas conhecidos e buscam situações dúbias, interesses escondidos.
Por muito que procure, não encontro amigos, não sei se é de mim, se da vida.

Carlos Gonçalves

23 de julho de 2009 às 23:15  
Blogger confesso disse...

Amigos vem e vão... No entanto, se amigos, todos sempre bem guardados estarão na mente, nas lembranças, no coração...

Lindo texto.

Beijo amigo...

23 de julho de 2009 às 23:19  
Blogger prAia em Mim disse...

acho q não tanto...o q nos separa um dos outros é o coração.

24 de julho de 2009 às 04:23  
Blogger Gleidston disse...

Amigos estão sempre lá,vezes por outra encontramo-nos, acontece horas infindaveis de conversação,neste momento sinto que nada mudou,mas viver com sensação da saudade é dolorido,mas uma relação para durar é preciso estar disponivel sempre,assim acredito que os nós não se desfazem,parabéns pr este maravilhoso post.

Fim de semana de paz pra voce,

Abraço!

24 de julho de 2009 às 17:52  
Blogger intervalo disse...

Interessante assunto,amizade!sempre penso sobre isso,como vc disse vamos encontrando pessoas uns ficam em nossas vidas,outros apenas passam e vice versa,acho que é coisa de afinidades,amigos mesmo distância nenhuma separa fica no coração,sintonia ta ativa é só acionar.Desejo-lhe uma Boa noite,e feliz semana.beijoss

27 de julho de 2009 às 02:16  
Blogger 'Mimi disse...

No fundo tudo depende do tipo de relação que se tem com as pessoas em questão e aquilo que passamos com elas

27 de julho de 2009 às 22:39  
Blogger Tobias disse...

Deve de depender mesmo do tipo de amizade, e eu tenho o exemplo de uma amiga minha, a melhor amiga , que foi viver para o Luxemburgo e por Internet, e por tudo o que existe de novas tecnologias, comunicação, continuamos , com a nossa amizade, e normal que mude um bocado , mas mesmo assim...continuamos amigos, e isso deixa me bastante feliz..
gosto bastante do texto ..

28 de julho de 2009 às 01:36  
Blogger Rabisco disse...

Olá, olá!
Não vou responder a essa questão porque, tal como escreveste, as opiniões são como os pingos da chuva e cada um tem a sua...
Mas penso que amigos amigos são poucos os que temos e, nesses casos, não há distância que os afastem...
Nem existe tecnologia que os aproximem...
Podemos estar muito tempo sem os vermos, mas sentimos a falta deles e, quando os reencontramos, tudo parece que não os vemos desde a véspera!
=)

29 de julho de 2009 às 21:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial