20 de maio de 2009

Amo-te tanto!


Amo-te meu Amor, amo-te tanto!
Meu coração explode de amor por ti...
Apaixonado estou por teu encanto
Apagaste tudo o que eu já sofri.

Posso gritar alto que já morri
Ressuscitei para meu espanto
Peço-te humildemente agora e aqui
Protege-me sempre tu com teu manto.

Meu coração ficaria perfeito
Rejuvenesceria com agrado
Bateria de alegria em meu peito

Pede-te agora este teu tolo amado
Pedido este com todo o respeito
Deixa-me envelhecer a teu lado!

ASS: Diferente

9 Comentários:

Blogger Francisco Vieira disse...

Ui...
Arrepiante.
Invejo quem tenha uma capacidade de Amar assim.

Grande Abraco

20 de maio de 2009 às 15:40  
Blogger AP disse...

Tanto amor que vai para aqui. Bonito de se ver, afinal de contas o amor é o que nos faz mover (Nem que seja o amor próprio!)

20 de maio de 2009 às 21:01  
Blogger Quase nos 50 disse...

Ou como disse Florbela Espanca: " ...eu quero amar, amr perdidamente..."
Simples mas muito emotivo.
Esim, amar é apagar o sofrimento do passado.
Receba um abraço

20 de maio de 2009 às 21:53  
Blogger Sonia Schmorantz disse...

Carinho é plumagem bonita, macia, gostosa de sentir.
Quem dá afeto se fortifica; quem o recebe se acalma,
se tranqüiliza, se equilibra.

Um ótimo final de semana, com muito carinho.
Abraço

23 de maio de 2009 às 04:04  
Blogger Rabisco disse...

Acredito que por vezes é preciso coragem para amar...
Encontraste-a... E depois de teres sofrido deve ser dos passos com mais coragem e que mais dificuldade deve constituir!

Deste um passo nesse sentido...
=)

Parabéns!

24 de maio de 2009 às 15:27  
Blogger 007BONDeblog disse...

Difrente

Um belo blog e bela poesia.

O amor nos torna diferentes, para melhor.

Um abraço

24 de maio de 2009 às 19:52  
Blogger ParadoXos disse...

verdadeiramente profundo, profundamente poético!!

abraço

26 de maio de 2009 às 15:51  
Anonymous Anónimo disse...

Que lindooo!!!

È tao bom estar apaixonada :P

Bjos

10 de fevereiro de 2010 às 13:00  
Anonymous FLORIN disse...

LINDAS PAVRAS...

23 de dezembro de 2011 às 01:38  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial