16 de outubro de 2009

Má sorte, bom Azar!


Miserável vida, tu és tão fugaz
Fugiste de mim em tão curto espaço
Viver-te sem medo, eu não fui capaz
Culpo a penúria com que me entrelaço.

À sorte e ao azar dei sempre um abraço
Um deles por mim foi mais perspicaz
Com eles, digo eu, criei certo laço
Que me agarrou com sua tenaz

Casei com os dois, como pôde ser?
Confiei a sorte, lá nas suas mãos
Os dois amo eu, mesmo sem saber!

Pra quê lamentar para os cidadãos?
Esta vida eu escolhi viver
Miserável sou com meus dois irmãos!


ASS: Diferente

20 Comentários:

Blogger Francisco Vieira disse...

Grande Soneto! Do melhor que li teu e sabes que gostei de outros. Valeu a pena esperar.

Um abraço e até ao proximo :-)

17 de outubro de 2009 às 00:18  
Blogger Ana Paixão disse...

Woow :) Estes poemas estão cada vez melhores, mesmo.

(Eu acho que nunca mais ninguém foi ao mail da turma, aliás, eu nem sequer me lembro da passe daquilo. Mas fique a saber que ás vezes falamos de si, não nos esquecemos :P)

Beijinho

17 de outubro de 2009 às 11:48  
Blogger Quase nos 50 disse...

Adorei!
E como se costuma dizer a sorte ou o azar são as duas faces da mesma moeda, logo porque não ter bom azar?
Um abraço

17 de outubro de 2009 às 22:34  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

cheguei aqui por acaso, registei-me como seguidor, gostaria sentisse vontade de fazer
o mesmo se visitasse os meus:
http://intemporal-pippas.blogspot.com
http://plullina.blogspot.com
e gostaria de saber uma coisa para isso
precisava de contactar directamente.Meu
email é iriseu@sapo.pt.
Sou de Portugal
Cumprimentos.

18 de outubro de 2009 às 17:24  
Blogger walter disse...

Eu tive sorte... em encontrar-te!
Se todos pensassem como tu... o mundo seria muito mais igual.
Vou voltar aqui muitas vezes.
Parabéns!

Grande abraço
Walter

18 de outubro de 2009 às 23:01  
Blogger T@CITO/XANADU disse...

Não há como escapar
desta gênese
em moto contínuo...

É a dualidade das coisas e dos seres, bom que assim sempre podemos optar.

Belo poema!
Tácito

PS - Obrigado por visitar xanadu/poesias.
Estarei editando o seu link por lá.

19 de outubro de 2009 às 14:17  
Blogger Administração da Casa da Poesia disse...

Muito bom o seu blog e seus escritos têm uma característica especial.
Fica um convite para que visite a nossa rede social: www.casadapoesia.ning.com ...se quiser se cadastrar, será um prazer receber você.
Abraços*

Renato Baptista

19 de outubro de 2009 às 22:58  
Blogger Nuno Ribeiro disse...

Que belo poema.
É um prazer ter "Diferente" como seguidor do meu blogue.
Vou registar-me como seguidor do seu blogue.
Um abraço.

20 de outubro de 2009 às 13:48  
Blogger Graça Pereira disse...

A sorte e o azar, fazem parte da nossa vida e não há como fugir-lhes mas dito assim num soneto FANTÁSTICO, parece-me tudo mais verdade!
Aquele beijo amigo e "diferente".
Graça

20 de outubro de 2009 às 22:48  
Blogger Abraço-te disse...

Diferente sem duvida...
Soube a pouco... Diferente

E um diferente
Abraço-te

21 de outubro de 2009 às 23:52  
Blogger Abraço-te disse...

Nota :
Gostava de poder trocar uns mails contigo, mas não estou a ver como. Por isso vê o meu perfil, envia um mail com o teu endereço.

Obg...

Abraço-te

22 de outubro de 2009 às 00:01  
Blogger Giovani Pasini disse...

Gostei do seu blog, parabéns!
Muito bom o texto!
Se quiser visitar o meu blog,
falo sobre educação e cultura.
Quero divulgar os meus textos,
se puder prestigiar
é só visitar o endereço abaixo:
http://giovanipasini-educacao.blogspot.com

A partir de hoje sou seu seguidor!

22 de outubro de 2009 às 15:45  
Blogger Mariana disse...

Vim aqui no teu blog movida pela curiosidade do nome "diferentes" e encontrei um belo blog, com poemas e textos interessantes.
Gostei bastante.
Bem pretendo voltar. Estou te seguindo.
Tenhas um belo findi.

23 de outubro de 2009 às 21:00  
Blogger direitinho disse...

Olá
Obrigado pela tua visita.
Gostei do teu canto assim como dos textos em prosa.
Voltarei e certamente seremos amigos
«até que Deus queira»
A vida é demasiado curta e com tantas surprezas feitas de coisas a que chamamos sorte ou azar.
Somos todos iguais e sempre diferentes......

24 de outubro de 2009 às 14:29  
Blogger Miguel Ribeiro disse...

É uma honra ter tão exelente escritor/poeta como seguidor do meu blog. Agradeço desde já a apreciação e devolvo a minha admiração pelo trabalho que aqui está neste blog.

Um Abraço a quem também vive nesse entrelaço.

24 de outubro de 2009 às 15:40  
Anonymous Pastor Julio disse...

Espero que minha amizade faça alguma diferença em sua vida!

25 de outubro de 2009 às 00:23  
Blogger Sonhadora disse...

Lindos poemas.
Vou voltar mais vezes.
Obrigada pela visita ao meu espaço.
Abraço
Sonhadora

25 de outubro de 2009 às 15:13  
Blogger Mona Lisa disse...

Olá

Sorte e azar...duas fases da vida!

Bjs.

25 de outubro de 2009 às 17:52  
Blogger Dantez disse...

muito bom! tens algum livro editado?
cumprimentos.

1 de novembro de 2009 às 22:51  
Blogger Daniela e Yolanda disse...

muito bonito mesmo ^^

7 de novembro de 2009 às 22:49  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial