26 de outubro de 2009

Claro e Escuro


Hoje sou a luz que te vai dar vida
Amanhã serei tua sombra escura
Hoje sou a alegria que perdura
Amanhã serei tristeza escondida

Ontem fui nobre prazer da loucura
Ontem fui calor da noite vivida
Hoje sou o luto da dor adormecida
Amanhã serei o choro da amargura

Não te digo adeus pobre escuridão
Não te deixarei minha luz divina
Sempre hão-de estar em meu coração

Aprendo a viver com a minha sina
Aprendo a fazer esta união
Amo este negrume que me ilumina…



ASS: Diferente

15 Comentários:

Blogger Francisco Vieira disse...

"Aprendo a viver com a minha sina
Aprendo a fazer esta união
Amo este negrume que me ilumina"

Isso. O segredo passa exactamente por isso. Enfrentarmos a nossa realidade, qualquer que ela seja e aceita-la. Mesmo nos aspectos que nao poderemos mudar. Sem traumas ou frustracoes.

Um abraco para ti. Bonito poema

26 de outubro de 2009 às 14:43  
Blogger Laurita disse...

Lindo poema meu amigo, embora replecto de tristeza e solidão. Um beijo

26 de outubro de 2009 às 15:04  
Blogger Sonhadora disse...

Diferente
Lindo poema, faço da tua a minha solidão.Lindo
beijos
Sonhadora

26 de outubro de 2009 às 16:43  
Blogger Mona Lisa disse...

Olá

Adorei o poema, embora triste.

Senti a solidão!
Sou uma pessoa só, embora não me custe, pois como digo nunca estou só, pois estamos as duas "eu e eu".

Bjs.

26 de outubro de 2009 às 16:51  
Blogger walter disse...

"Amo este negrume que me ilumina" - Preciso não esquecer esta frase... muito me diz!
Não tenhas dúvidas: és um Ser Iluminado e nunca estarás só...

Grande abraço
Walter

26 de outubro de 2009 às 19:00  
Blogger Miguel Ribeiro disse...

Partilho profundamente a solidão do negrume e também o amo. Muito bonito. Parabens

"Nada que a dor ainda não reprima ,
não gosto, mas nada mais me fascina,
que a solidão que a mim me é divina,
pois sei que ela é a minha única matéria prima."

26 de outubro de 2009 às 19:49  
Blogger direitinho disse...

Lindo poema
Parece-me que nada tem a ver com solidão.
Claro e escuro, será antes um estado, uma passagem Aquilo que ontem foi e aconteceu, hoje já não é e tudo se vai modificando no movimento dos nossos dias.
Chamar-lhe-ei SAUDADE

27 de outubro de 2009 às 07:08  
Blogger Arsène Lupin disse...

I'm speechless!
It sucks, doesn't it?

Hug.

28 de outubro de 2009 às 14:01  
Blogger Abraço-te disse...

Entre o hoje e o amanhã não deixes de o aproveitares todos !!!


Abraço-te

29 de outubro de 2009 às 22:38  
Blogger Graça Pereira disse...

Já nada me surpreende escrito por ti...Este "Claro Escuro" que todos temos na nossa vida, é dos sonetos mais bonitos que li aqui no teu espaço e atrevo-me a dizer-te que, talvez o escuro ilumine muitas vezes mais do que o Claro... Parabens!
Um beijo muito amigo
Graça

31 de outubro de 2009 às 19:19  
Blogger Dantez disse...

"Nada que a dor ainda não reprima", uma frase que se adapta bem a mim. neste poema, mostras bem como sao os dois lados da vida - a luz e a escuridao. A solidão consome a alma e sei o que é, nem sempre é uma escolha e nem sempre apetece tar só mas faz parte do show da vida.

1 de novembro de 2009 às 22:49  
Blogger Ângela Coelho disse...

Vim te visitar e gostei muito do teu blog. Teu poema é lindo. Que negrume enorme é este que chega a iluminar. Vou te lincar no meu blog.
Abraços.

2 de novembro de 2009 às 01:09  
Blogger Ângelo disse...

Excelente poema. retrata com clareza a dualidade entre o negrume e a luz, entre o bem e o mal, entre o correto e o errôneo.

Fantástico

2 de novembro de 2009 às 04:55  
Blogger Patrícia Lara disse...

Olá!
Não sei como cheguei até seu blog, mas foi um belo achado!

Gostei muito dos seus sonetos. Li bastante e vc consegue unir forma e sentimento de uma maneira muito bela.
Parabéns!
Escrever sonetos é para poucos...

Me adicionei para voltar mais vezes.

Um abraço,
Patrícia Lara

8 de novembro de 2009 às 17:35  
Blogger ONG ALERTA disse...

A luz sempre para nos levar a um mundo de paz...

14 de novembro de 2009 às 01:56  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial