4 de maio de 2010

Porque escrevo?????


Não escrevo para me eternizar,
Não escrevo para ser reconhecido!
Escrevo para me alimentar,
Escrevo o que me sopram ao ouvido!

Escrevo para soltar o vivido,
Não escrevo para a alguém agradar!
Escrevo para o meu luto sentido,
Não escrevo para alguém me pagar!

Tenho necessidade desta escrita,
Fujo e sempre com ela vou ter,
Saudosa sempre a encontro aflita!

Não vivo para poder escrever,
Quero que minha alma sempre reflicta,
Que escrevo sim para poder viver!

ASS: Diferente

7 Comentários:

Blogger direitinho disse...

Cada um escreve como por necessidade de dizer no papel tantas coisas que a ninguém confessa.
Se agradamos ficamos felizes, se nos criticam fazemos melhor.
Pior...pior é não nos dizerem nada....
O silêncio das palavras corrói parte daquilo que somos e que devagar vamos contando.

4 de maio de 2010 às 20:36  
Blogger MM - Lisboa disse...

Eu venho sempre aqui ler o que escreve e entendo o que escreve e, pior, ou melhor, revejo-me naquilo que escreve! Bem haja por fazê-lo!

4 de maio de 2010 às 21:35  
Blogger Sonhadora disse...

Lindo poema.
Realmente escrever é uma necessidade da alma.

beijinhos
Sonhadora

5 de maio de 2010 às 03:45  
Blogger Francisco Vieira disse...

Boa tarde amigo!

Escrever é também uma forma de libertação...

Abraço

5 de maio de 2010 às 15:38  
Blogger J disse...

Boa tarde! É a minha primeira visita ao blog...
Venho do Lado-B-da-Vida. E sou diferente: deficiente motoro... ou nem por isso ... acho que continuo a mesma. Mais defeito menos defeito.
Parabéns adorei o poema!
Obrigada por escrever.
Beijinhos
Joana

13 de maio de 2010 às 15:34  
Blogger Andradarte disse...

Adorei o soneto...
Quando se tem um dom, deve aproveitar-se.
Abraço

13 de maio de 2010 às 17:42  
Blogger Remo disse...

Comungo com suas palavras, que são as verdades que no devir direi com semelhança.

http://tracosdoinstante.blogspot.com/

21 de fevereiro de 2011 às 13:03  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial